Você sabia?

Por Ana Carolina de Resende

Em 1990, de um encontro organizado pela OMS e UNICEF resultou um documento adotado por organizações governamentais e não governamentais, assim como, por defensores da amamentação de vários países, entre eles o Brasil.

O documento chamado “Declaração de Innocenti” apresentou quatro objetivos operacionais:

  • Estabelecer um comitê nacional de coordenação da amamentação;
    •Implementar os “10 passos para o sucesso da amamentação” em todas as maternidades;
    •Implementar o Código Internacional de Comercialização dos Substitutos do Leite Materno e todas as resoluções relevantes da Assembléia Mundial de Saúde;
    •Adotar legislação que proteja a mulher que amamenta no trabalho.

Com o objetivo de seguir os compromissos assumidos pelos países com a assinatura do documento, foi fundada em 1991 a Aliança Mundial de Ação pró-Amamentação – WABA.

A Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) foi lançada pela WABA (Aliança Mundial para Ação em Amamentação), em 1992, com o objetivo de dar visibilidade a amamentação, incentivando todos os grupos do mundo a trabalhar o tema na prática e a colocá-lo na mídia para ampla divulgação.

A Semana Mundial é considerada como veículo para promoção da amamentação. Ocorre em 120 Países e, oficialmente, é celebrada de 1 a 7 de agosto. A WABA define, a cada ano, o tema a ser trabalhado na Semana, lançando materiais que são traduzidos em 14 idiomas. Entretanto, a data e o tema podem ser adaptados em cada País a fim de que seja obtido mais e melhores resultados do evento.

No Brasil, o Ministério da Saúde coordena a Semana Mundial de Aleitamento Materno desde 1999. Sendo responsável pela adaptação do tema para o nosso País e elaboração e distribuição de cartaz e folder. Tem o apoio de Organismos Internacionais, Secretarias de Saúde Estaduais e Municipais, Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, Hospitais Amigos da Criança, Sociedades de Classe e ONGs.

ESTE ano o tema da 25° SEMANA MUNDIAL DE AMAMENTAÇÃO – 2017 é sobre o trabalho conjunto par ao bem comum, ou seja, “Tod@s junt@s pela Amamentação!”

A minha história de amamentação com Beatriz tem sido muito gostosa, sempre tive a intenção e vontade de amamentá-la, porém por ser um desconhecido bate aquela incerteza se realmente iremos conseguir.

Li várias literaturas a respeito e confesso que o instinto falou muito mais alto e até hoje ao lembrar me surpreendo com o fato do natural.

Assim que nasceu conseguimos que a Bia pegasse o peito e seguimos até hoje, ela tendo 08 meses. Em razão da introdução de novos alimentos conseqüentemente foram reduzidas as horas de mamadas, porém ela ainda MAMA muito bem.

Com a ajuda do meu esposo conseguimos a amamentação exclusiva até os 06 meses. Notadamente é um universo amplo e envolve muitas questões, nem sempre a amamentação é prazerosa e em diversos casos a produção de leite não é imediata. É quando entra a ajuda de Bancos de Leites e demais pessoas dispostas, na busca do bem comum.

Sabemos que amamentar não é um mundo de sonhos para todas, da mesma forma que estamos cientes da possibilidade de ser, como digo que é para mim, porém, tenho vários exemplos como o da minha irmã que mesmo sofrendo com dores e alguns transtornos no começo não deixou de amamentar seus dois meninos. Assim como amigas que intercalando complemento não deixaram de ofertar o seio aos seus bebês.

Minhas dicas são que amamentem. Seja onde for. Com poltrona ou sem poltrona, em uma cama ou rede, sentada o em pé. Em casa ou fora. Desenvolva esse contato com o seu bebê esse elo. É um tempo de vocês estarem juntos doar-se um ao outro, tendo benefícios mútuos.

Saibam ainda, que o Tocantins é o sexto estado a garantir o direito de realizar alimentação do filho em público ao lado dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Mato Grosso e Rio de Janeiro. Então mamães agora é lei. Toda mãe tem o direito de amamentar o filho em lugar público e privado, ainda que estejam disponíveis locais exclusivos para a prática da amamentação.

Em Palmas – TO, para as mamães que quiserem participar da hora mamaço, será no dia 05 de agosto, as 14h00 no Shopping Capim Dourado.

20170803_110135

Autor:

Advogada licenciada, filha, esposa e mãe. Atualmente assessora jurídica, estudante de psicopedagogia e Visão sistêmica. Apaixonada por textos, diálogo, cotidiano, vivências e viagens.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s