Pais

Por Ana Carolina de Resende

Há vários fatos e pessoas que eu sou grata, graças a Deus sempre tive essa noção da importância do ser grato. Aprendi que a gratidão eleva o espírito e realmente nos traz a paz.

Um dos meus maiores reconhecimentos do bem que a vida me trouxe foi o meu pai. Desde pequenina carrego um amor incomensurável por ele e atribuo esse amor a forma que ele nos criou, eu e a minha irmã, com muita dedicação e amor. Sempre que posso eu declaro ter um pai maravilhoso e eu realmente tenho, mas o melhor de tudo é poder dizer que assim como eu a minha filha Beatriz também tem um pai maravilhoso.

Recordo de algumas vezes, antes mesmo da maternidade, indagar: será que o meu filho terá um pai que queira amar e estar presente assim como o meu quis? Talvez por ver na mídia, na família e em minha volta tantos pais que abandonam seus filhos ou simplesmente não exercem o papel de pai.

Bom seria se todos eles entendessem a importância que os pais tem na formação e criação de seus filhos. Não culpo a geração que não quer ter filhos, em razão da decisão de TER englobar diversas coisas. Adentra a questão do ser, você terá que SER e ESTAR e está aí a dificuldade para quem falta à vontade.

Confesso que ao me casar não busquei um homem com o perfil de um futuro pai para os filhos que viéssemos ter, porém, ele veio assim sem eu perceber, melhor do que eu poderia talvez projetar. Eu não sabia que ali dentro do meu esposo estava o seu lado pai esperando por seu filho, por seu nascimento, e ao nascer ele iria se apresentar. Estava tudo ali e pela ausência do filho talvez nós não enxergássemos, mas a nossa filha veio e junto a ela veio o pai. A cada nascimento de um filho ele pai também nasce. E o que vem depois cabe a cada um sua dedicação.

Nós temos pais, por conseqüência Beatriz tem o dela e agradeço a Deus o seu amor e afeição. Não estou aqui para agradecer noites mal dormidas ou fraldas trocadas, pois sinceramente creio serem tarefas partilhadas e deveres de ambos os pais (retiremos a expressão obrigação de mãe), mas agradeço o AMOR, esse não é obrigação de ninguém.

Lindo é fazer por vontade é estar presente por querer estar. Não lido bem com imposições. Abraçar, cheirar e cuidar não por determinação torna belo um simples afago.

Estou contente com o perfil de pais amigos que estou tendo a oportunidade de conhecer que criam juntamente com as mães seus filhos. Sim eles criam!

Hoje é o Dia dos Pais um dia tão belo e se ele foi imposto pelo capitalismo vamos agradecer, pois se tornou uma boa oportunidade de união e troca de afetos. Aproveito para aqui parabenizar cada um dos pais que dedicam um tempo aos seus filhos com o intuito de disseminar ternura devolvendo ao mundo seres humanos capazes de dar e receber amor. Parabenizo a meu esposo por nos mostrar a sua face mais bela e suave sendo pai e parabenizo ao meu paizinho meu ser humano em forma de açúcar meu mais belo doce que até hoje só trouxe os melhores sabores para minha vida. Eu sempre amarei você. A todos Feliz Dia dos Pais.

Autor:

Advogada licenciada, filha, esposa e mãe. Atualmente assessora jurídica, estudante de psicopedagogia e Visão sistêmica. Apaixonada por textos, diálogo, cotidiano, vivências e viagens.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s