Oi amigos (as) pegando o gancho nessa imagem e no texto publicado pela grande @gabi.constelacoes reflitamos:
Por que estou agindo dessa maneira?
.
Utilizando da dinâmica das constelações familiares, segundo Bert Hellinger, com o avançar da idade os pais precisam impor limites aos seus filhos, esses limites são os quais permitem aos filhos entrarem em conflito e amadurecerem.
.
Ainda, ao tornar adulto o filho deveria dizer: “Recebi muito, e é suficiente. Vou leva-lo comigo em minha vida. O restante faço sozinho”.
.
Essa é a postura.
.
Ocorre que “a existência da interação com a família, influencia o sujeito no seu comportamento e na construção da identidade que o mesmo mantém na relação com seus semelhantes” (WERLANG, 2000).
.
Desta maneira, desenvolveu-se estudos da relação entre pais e filhos através da análise dos comportamentos, das crenças e dos valores dos pais para assim perceber e compreender os comportamentos dos filhos.
.
Pois bem. As constelações familiares nos dão a oportunidade de conhecer de onde partiu esses padrões, reconhece-los de forma a pedir permissão para honrar aquele membro do sistema sendo feliz, liberando a necessidade de manifestar a mesma dor, podendo tomar posturas diante à situação em uma dinâmica de muito respeito.
.
Na imagem apresentada, logo ao final, conseguimos ver o movimento de mudança para o amor ciente, observamos uma postura diante a repetição de padrões familiares.
.
Nas primeiras imagens existe o sofrimento que se repete, uma maneira de nos sentirmos unidos e iguais aos nossos (ajo como a mamãe, pertenço a esse sistema) mesmo que inconsciente.
.
Em algumas situações essa repetição se da pela busca de um membro excluído, sendo uma forma de inclui-lo ao sistema, uma forma de lembra-lo.

Assim, com as constelações podemos reconhecer a dor do sistema, pedir permissão e liberação para que possamos honra-Los e seguir o nosso caminho.
.
Dialogar 🦋
abordagemsistêmica.

Autor:

Advogada licenciada, filha, esposa e mãe. Atualmente assessora jurídica, estudante de psicopedagogia e Visão sistêmica. Apaixonada por textos, diálogo, cotidiano, vivências e viagens.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s